Liminar da Justiça suspende venda de quarteirão no Itaim-Bibi

Prefeitura e Câmara criaram lei que autoriza a remoção de escola, teatro e até Apae na zona sul.

Em minha opinião isso soa muito estranho, todos os paulistanos sabem que a Zona Sul é uma área muito cobiçada, boa parte das pessoas que moram nessa região possuem um poder aquisitivo muito alto.

Criar uma lei que autoriza a remoção de CRECHES, TEATROS e a APAE na zona sul qual a justificativa? O que mais precisamos é de creche, escolas, teatros, apae e biblioteca nada justifica a remoção de creches e teatros, da para entender porque não houve interesse algum em manter o Cine Belas Artes na Consolação, onde boa parte dos filmes era nacional.

Kassab não subestime a capacidade de raciocínio dos paulistanos, para as promessas no qual o Senhor fez na sua campanha podemos ver com clareza exatamente quais são os interesses.

Com 7 bilhões em caixa é preciso vender área pública para fazer creche Kassab?

Leia a matéria.

Fábio Mazzitelli – O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO – A 8ª Vara de Fazenda Pública da capital suspendeu nesta quinta-feira, 4, o processo de venda do quarteirão do Itaim Bibi, zona sul da capital. O juiz Adriano Marcos Laroca concedeu liminar acolhendo pedido de suspensão da lei municipal que viabilizou a alienação (transferência de bens) da área, feito em ação popular movida pelo vereador Aurélio Miguel (PR).

Um dos principais argumentos que dão base à decisão é a abertura do processo de tombamento do quarteirão no Condephaat, órgão estadual de preservação do patrimônio histórico e cultural. O magistrado acredita não ser “nada razoável, tampouco econômico, a sanção e a promulgação da aludida lei (julho de 2011), sabendo-se do tombamento provisório (abril de 2011), sobretudo, por conta da possibilidade de realização de despesas desnecessárias e, portanto, indevidas, relativas à avaliação da área e à elaboração do projeto de sua licitação”.

A decisão judicial anula temporariamente os atos da Câmara Municipal e do prefeito Gilberto Kassab (sem partido) que culminaram na publicação da Lei 15.397, de 2011, que permite a venda do terreno de 20 mil metros quadrados, delimitado pelas ruas Horácio Lafer, Salvador Cardoso, Cojuba e Lopes Neto. No local, funcionam hoje oito equipamentos públicos: uma creche, uma pré-escola, uma escola, um posto de saúde, um Centro de Atenção Psicossocial (Caps), um teatro, uma biblioteca e uma unidade da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

Procurada, a Prefeitura de São Paulo informou que ainda não havia sido notificada da decisão.

Veja também:
link Prefeitura quer vender 10 áreas para fazer creche
link Teatro de área à venda no Itaim será reaberto
link OPINIÃO – Vende-se terrenos públicos

Fonte: Estadao.com.br

Kassab veta itens de transparência na LDO de 2012

Mais uma noticia publicada no Estadao, mostra a transparência de Kassab.

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (sem partido), vetou quatro medidas de transparência embutidas pelos vereadores na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2012, aprovada no início do mês pela Câmara Municipal. Os artigos previam, por exemplo, a divulgação dos convênios das operações urbanas e um projeto para avaliar o impacto ambiental das obras da Prefeitura.

Pela alteração feita no Legislativo, Kassab teria de publicar na internet os convênios e contrapartidas dos prédios construídos acima do permitido pela Lei de Zoneamento nas áreas das quatro operações urbanas da cidade – Água Branca, Água Espraiada, Faria Lima e Centro. Assim, seria possível saber, por exemplo, quais contrapartidas para o trânsito de uma região um novo condomínio tem de fazer e o prazo para a conclusão dessas obras. O mesmo valeria para empreendimentos como shoppings e supermercados.

Em seu veto, Kassab alegou que a divulgação de “atos individuais” não está prevista pela Lei Orgânica do Município e a movimentação financeira das operações urbanas já é publicada no portal da Prefeitura na internet. Hoje, porém, é divulgada só a soma geral dos recursos que entram e saem das operações.

Fonte: http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,kassab-veta-itens-de-transparencia-na-ldo-de-2012,750558,0.htm?p=1

A tecnologia contra a corrupção

A vários dias os sites do governo estão sofrendo uma série de invasões ou “defacers” modificar paginas com um protesto!

Abaixo um defacer no site do IBGE.

Este mês, o governo vivenciará o maior número de ataques de natureza virtual na sua história feito pelo Fail Shell.
Entendam tais ataques como forma de protesto de um grupo nacionalista que deseja fazer do Brasil um país melhor. Tenha orgulho de ser brasileiro, ame o seu país, só assim poderemos crescer e evoluir!

Atacado por FIREH4CK3R.

Brasil, um país de todos!

*Não há espaço para grupos sem qualquer ideologia como LulzSec ou Anonymous no Brasil*


Os ataques foram muitos, porém a população ficou confusa com os ataques, não entendendo que se tratava de um protesto contra o Governo corrupto, eu acompanhei de perto vários ataques e o protesto seria com relação ao Governo, por exemplo, no site do Belém do Pará a mensagem era bem clara com relação ao Governo.

O governo continua tentando alimentar o povo com lavagem o que queremos é conhecimento fantasminha #lulzsecbr

Veja o defacer da pagina do Belém abaixo:

No twitter o grupo manifestava mais um absurdos conhecido por mutas pessoas.

“Acorda Brasil! Nao queremos mais comprar combustível a R$ 2.75 a R$ 2.98 e exportar a menos da metade do preço! ACORDA DILMA!“

O mais engraçado é que a imprensa apenas colocava os ataques como um bando de moleques desocupados, mas por trás de tudo isso existe pessoas que amam o seu País que batalha para ver um Brasil melhor, com menos corrupção menos bandidos no Poder, e políticos sujos sem o mínimo de crédito sejam banidos da politicas muitos deles já foram condenados!

Governo é conivente com tudo isso, nada é feito as leis não são respeitadas as pessoas não acreditam mais na política.

Sou Patriota defendo o Brasil com unhas e dentes a educação cívica e moral que existia quando eu tinha 8 anos está fazendo muita falta no nosso País, à cultura da impunidade leva as pessoas a não acreditar mais no País, e as crianças mal sabem cantar o Hino Nacional.

Eu ainda não perdi a esperança de ver o Brasil nos topos, não somente em exportação de grãos.

Câmara de SP arquiva investigação contra Netinho e mais dois

A Câmara Municipal de São Paulo decidiu nesta terça-feira arquivar os procedimentos disciplinares que investigavam denúncias contra os vereadores Netinho de Paula (PC do B), Ushitaro Kamia (DEM) e Antonio Goulart (PMDB).

Eles eram suspeitos, em casos diferentes, da utilização do cargo para proveito pessoal e poderiam até perder o mandato. Todos eles negam irregularidades.

Para que as denúncias fossem investigadas, os processos tinham de ser aprovados por pelo menos 28 dos 55 vereadores.

O processo contra Netinho recebeu 18 votos a favor da investigação, 27 contra e cinco abstenções. No de Kamia, 18 vereadores votaram pela investigação, 29 contra e cinco se abstiveram. No caso de Goulart, foram 22 votos a favor da investigação, 24 não e cinco abstenções.

PROCESSOS

Goulart era suspeito de pagar, com recursos públicos, serviços prestados pela gráfica de sua mulher. Já contra Kamia pesava a suspeita de desvio de donativos destinados às vítimas das chuvas da região serrana do Rio.

Netinho, por sua vez, seria investigado pela suposta utilização de notas fiscais de empresas com endereços fantasmas para justificar gastos de seu gabinete na Câmara.

Antonio Goulart disse, por nota, que tem “convicção” que agiu de “forma lícita na contratação” de serviços.

O advogado Pedro Dallari, defensor de Ushitaro Kamia, diz que as acusações “não têm nenhuma procedência”.

Netinho de Paula disse, também em nota, que “acredita nas instituições, está tranquilo, pois não cometeu nenhuma irregularidade”. “Não há nada de errado e é por isso que eu fui absolvido. Isso tem que ser dito para o Brasil”, disse por meio de nota.

Nota do editor: Mais uma pizza que o povão engole!

Quer mais uma “ONG de Netinho deve quase R$ 800 mil à União

Fontes: Folha.com.br e Estadao.com.br

Kassab diz que vai doar aumento de salário

Prefeito defende projeto que quase dobra seus vencimentos e dá reajuste de 250% para secretários; segundo ele, valor deve ser ‘compatível com o cargo’

O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (sem partido) defendeu ontem o projeto de reajuste dos salários dele, da vice-prefeita, Alda Marco Antonio, e dos 27 secretários municipais de São Paulo. No entanto, afirmou que pretende doar o valor extra “para a caridade”.

Conforme o Estado revelou ontem, o projeto com os novos vencimentos foi apresentado pela Mesa Diretora da Câmara Municipal de São Paulo nesta semana. Se aprovado, eleva o salário do prefeito de R$ 12.384 para R$ 24.117,62. Os vencimentos de Alda passariam de R$ 5.504,35 para R$ 21.705,86.

Proposta semelhante foi barrada no fim de 2010 pela bancada do PSDB. Fixava subsídios do prefeito em 90,25% do teto constitucional do Supremo Tribunal Federal – o que elevaria o salário de Kassab para R$ 20 mil mensais. Em janeiro, por lei federal e pelo teto do STF, Kassab poderia ter elevado os vencimentos para esse patamar, mas abriu mão do acréscimo. Na época, porém, ressaltou ser justo um projeto com aumento para os secretários, cujos vencimentos estariam defasados em relação ao mercado.

Kassab evitou adiantar para quem doaria o valor extra. “Ainda não escolhi. Acho melhor falar sobre isso depois que o projeto for votado”, afirmou ontem, durante a Marcha Para Jesus, na zona norte da capital paulista. No entanto, observou que o projeto servirá para seus “sucessores”, uma vez que o padrão de vencimento do prefeito de São Paulo precisa ser “compatível com o cargo” (veja ao lado).

O projeto, por enquanto, não enfrenta resistências. Até a bancada do PT defende reajuste para secretários, embora inferior. “Nossa proposta era para elevar em R$ 6 mil”, afirmou anteontem Antonio Donato, presidente do diretório municipal do PT.

Nota do editor: Pretende doar o valor extra para caridade, não estamos falando de 5% ou 10% estamos falando de mais de 200%, por favor leitor preste atenção quanto for votar para prefeito de São Paulo, por uma cidade melhor.

Fonte: http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110624/not_imp736349,0.php